Rondônia

SGC TV: Fenômeno El Niño pode intensificar seca em Rondônia este ano

Enquanto região Sul enfrenta fortes chuvas, Norte pode sofrer com temperaturas elevadas devido ao fenômeno climático.


Imagem de Capa

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE

Enquanto o Sul do Brasil lida com chuvas torrenciais e suas consequências, como inundações e deslizamentos, a situação contrastante no Norte do país, especialmente em Rondônia, pode ser moldada por um fenômeno climático oposto: o El Niño.

De acordo com especialistas, o El Niño, caracterizado pelo aquecimento anormal das águas do Oceano Pacífico, ainda exercerá uma forte influência na região nos próximos meses, apesar da previsão de dissipação do fenômeno.

Em 2023, a seca severa em Porto Velho deixou o rio Madeira em níveis historicamente baixos, transformando paisagens e desafiando a vida dos ribeirinhos. Mais de quinze mil pessoas enfrentaram dificuldades com a escassez de água e o transporte de mercadorias.

Para lidar com a possível repetição desse cenário, a Defesa Civil local já possui um plano de contingência. No entanto, especialistas alertam para os impactos negativos que o El Niño pode ter na agricultura, pecuária e no transporte de produtos, destacando a necessidade de planos eficazes para mitigar os efeitos da seca.

Com a previsão de uma seca potencialmente mais intensa do que a do ano anterior, a atenção dos governantes e políticos é crucial. Novas ideias e propostas devem ser discutidas no Congresso Nacional para preparar a população para os desafios climáticos na região da Amazônia Legal.

CONFIRA A REPORTAGEM: 

Portal SGC

Qual tipo de evento cultural você prefere participar em Porto Velho?

Mais lidas de Rondônia
Últimas notícias de Rondônia